sábado, janeiro 24, 2015

Mais uma Jornada...


Pessoas Queridas,

Como vocês bem sabem, eu adoro viajar, seja para as cachoeiras da serra aqui pertinho, seja para lugares distantes. E o farei enquanto puder; se um dia não der mais, ao menos ficarão belas lembranças!

Então, me despeço de vocês por algumas semanas. Talvez apareça de vez em quando nas redes sociais; não dou certeza. Tudo que garanto é que vou voltar muito inspirada para contar e escrever novas histórias!

Abraços e até breve!

sábado, janeiro 17, 2015

Poemas do Twitter



           E como inspiração anda escassa, principalmente para a poesia, o jeito foi usar o que escrevi nas redes sociais!

           Este site legal revirou as coisas que eu escrevi no Twitter e compôs dois belos poemas, um em forma de rondel e outro em forma de soneto. E não é que (ao menos em alguns pontos) eles fazem sentido?

           Pois fiquem aí com meus poemas twítticos!

De vista

por Ana Lúcia Merege

Que vai bem além da sexta-feira.
Águias têm exatamente ESSAS cores?
Que me asseguraram ser verdadeira
De Literatura tem vencedores
Eu vi, obrigada, Muito lindo!
Sei se vai adiante, mas está lá.
Pra que setor vc está indo?
Também. Mas a dublagem não está má.
Mas aqui dou a mão à palmatória.
Nova crônica na Estante!
Senta que lá vem história!
Opinião sobre a saga do navegante!!
Quer os livros com dedicatória!

***

Custa nada

por Ana Lúcia Merege

Sei se vai adiante, mas está lá.
Sobre vozes e pontos de vista.
Também. Mas a dublagem não está má.
E, se gostarem, ponham na lista.
Mas aqui dou a mão à palmatória.
Soltas. Sou bem explicadinha!
Senta que lá vem história!
A minha vida. (Brincadeirinha).
Eu vi, obrigada, Muito lindo!
Uma boa presidenta". É. Pois é.
Pra que setor vc está indo?
Que vai bem além da sexta-feira.
Pela apreciação e pelo carinho.
Que me asseguraram ser verdadeira.

***

           (E agora é oficial: está inaugurado o marcador "Besteirol" desta Estante Mágica! :)

           Até a próxima!

quarta-feira, dezembro 31, 2014

Até o Ano Que Vem!

Pessoas Queridas,

Pensei muito no que escrever para me despedir e agradecer por mais este ano, mas acho que as palavras às quais eu tinha direito em 2014 se esgotaram com as histórias. Então, deixarei que as imagens falem por mim.




Estou muito feliz por vocês terem navegado comigo nas águas geladas e visitado a Ilha dos Ossos com a Anna, o Kieran e o Thorold. Espero que continuem a acompanhar as histórias e as novidades de Athelgard. Uma dica: passem sempre lá no blog do Castelo para ver o que há de novo!



Agradeço também ao pessoal que leu meus artigos aqui, os do Leitor Cabuloso e, claro, as postagens em redes sociais. Lamento ter escrito tão pouco este ano e espero compartilhar muito mais no ano que vem. Enquanto isso, dê uma olhadinha no Wattpad e nos arquivos da Estante Mágica, tem muita coisa para ler!



E, no ano que vem, espero trazer muitas novidades. A grande maioria vem de Athelgard, outras vêm deste universo mesmo, mas quase sempre de longe, no espaço e no tempo. Vai ter piratas (um deles viaja num navio como esse aí de cima!), lobisomens, ninjas honrados, animais falantes, uma jornada ao mundo dos espíritos e outra, delirante, num tapete voador. Vai ser muito, muito legal... e quero que vocês estejam lá comigo, para ver, ler e sonhar!

Um grande abraço e até o ano que vem!!


sexta-feira, dezembro 26, 2014

6 Livros Nacionais : Favoritos de 2014

Olá, Pessoas Queridas!

Ano quase no fim, venho compartilhar os títulos nacionais que mais me agradaram este ano. Ficaram de fora contos soltos, coletâneas de mais de um autor e HQs, bem como livros de pegada mais juvenil, que tiveram um post próprio.

Era para ser um Top 5, mas, pesando tudo cuidadosamente, não tive como tirar um título desta lista sem sentir que estava cometendo uma injustiça. Por outro lado, embora tenha curtido outros livros nacionais, os quatro que eu poderia indicar para fazer um "Top 10" ficariam muito aquém destes seis - e, ora, quem disse que todas as listas têm de ser de 10 ou de 5 itens?

´Bora então, por ordem alfabética de título:


Danação, de Marcus Achiles

Uma conhecida criatura do folclore brasileiro ganha vida neste romance histórico que se passa no século XVIII, no interior de São Paulo, O cenário é bem pesquisado, os personagens são muito bem construídos e o ritmo tem poucas quebras. Achiles capricha nas cenas de horror - quem gosta do gênero não deve perder este. Só existe em e-book, até onde sei.




Dias Perfeitos, de Raphael Montes

Que fique claro: eu não gostei da forma como o livro terminou. No entanto, ela foi bem coerente com as atitudes do protagonista, um estudante psicopata; os diálogos são precisos e perfeitos e a narrativa é daquelas que você não consegue largar. Recomendo para os fortes.



Exorcismos, Amores e uma Dose de Blues, de Eric Novello

Sonho, projeção e realidade se misturam na odisseia de um mago urbano em busca da resolução de um crime e do reencontro consigo mesmo. É um livro muito bem escrito, cheio de referências e de nuances que fazem toda a diferença na trama. Sugiro saborear em pequenas doses, com pausas para refletir e assimilar.



Guerras Eternas, de Eduardo Massami Kasse

Harold, o imortal fanfarrão de O Andarilho das Sombras, e Alessio, o cristão atormentado de Os Deuses Esquecidos, se encontram nesse terceiro livro da série Tempos de Sangue. Enquanto tentam se entender, enfrentam, com outros companheiros, a guerra movida pelo arcebispo de Canterbury e pelos nobres locais, dispostos a varrê-los da face da terra. Um livro vigoroso e empolgante.



Homens e Monstros, de Flávio Medeiros Jr.

Numa realidade histórica alternativa, de contornos steampunk, franceses e britânicos (com seus aliados, os astecas) combatem pela hegemonia. Por esse cenário desfilam Jules Verne, H. G. Wells, cada qual ocupando a posição de ministro da ciência de seu país, e algumas de suas criações literárias, como o Dr. Jekyll, Mr. Hyde, o Capitão Nemo. Ou seriam todos impostores, oportunistas, espiões da potência inimiga? Só lendo para descobrir!



As Mil Mortes de César, de Max Mallmann

Tremei, legiões! Desiderius Dolens, o Carniceiro de Bona, está de volta, com todo o seu humor sombrio, seu grande apetite e sua disposição para a briga. É um livro bem escrito e pesquisado, cheio de "Easter Eggs" e uma boa continuação para O Centésimo em Roma. O problema é que me deixou com muita vontade de ler o próximo! :)

.........

Bom, pessoal, estas são minhas recomendações. Imagino que já conheçam alguns desses livros, mas, se não, vale a pena conferi-los.

E vocês, que livros nacionais sugerem? Aguardo suas dicas!

Até breve, e um bom final de ano!