sábado, julho 04, 2015

Pré-Venda: Samurais X Ninjas



Pessoas Queridas,

Já está em pré-venda a coletânea "Samurais X Ninjas", da qual participo com um texto bem-humorado: uma recriação de um conhecido conto de fadas, intitulada "Filha da Neve e os Sete Ninjas". Nele, a bondosa e ingênua Yukiko tenta escapar das garras da diva do kabuki (e sua madrasta), Madame Tempura, contando com a ajuda de seus amigos Taro, Oni, Juchin, Sakura, Kagano, Genji e Gyoza. :)

Quem quiser conferir esse meu trabalho off-Athelgard e ler vários outros contos bacanas pode acessar o site da Draco. Neste momento o livro está na fase de pré-venda, será lançado no Anime Friends, que começa no dia 10 de julho em São Paulo. Passem lá se puderem, vai haver outros lançamentos muito legais!


quarta-feira, junho 17, 2015

"Inverso" em Pré-Venda



Pessoas Queridas,

Para quem gosta de romances YA com um toque de fantasia -- especialmente fantasia daquelas de deixar com um pouquinho de medo -- recomendo fortemente "Inverso", da Karen Alvares, que tive o prazer de copidescar e revisar. Ele conta a história de Megan, que passa pela experiência curiosa (e assustadora) de se deparar com seu próprio reflexo, descobrir que ele pode ter vida própria... e que suas escolhas não são exatamente aquelas que ela faria.

O livro está em pré-venda pela Editora Draco e pode ser também adquirido em e-book, para leitura em Kindle, Kobo e outras plataformas. Confiram, vale a pena!

domingo, junho 14, 2015

"Soberana" em Pré-Venda


Pessoas Queridas,

Venho anunciar a pré-venda do livro "Soberana: a ascensão da rainha de Marte", de Kássia Monteiro, que tive o prazer de revisar.

Trata-se de um livro para jovens e jovens adultos que mistura, de forma genial e bem-humorada, referências aparentemente tão díspares quanto "Uma Princesa de Marte", de Edgar Rice Borroughs, e "Senhora", de José de Alencar, fazendo também uma sutil crítica aos valores da sociedade. Fica a dica!

sexta-feira, junho 12, 2015

Luiza Cândida Merege, 1932 - 2015



Minha mãe carregou pela vida um nome que a traduziu perfeitamente. "Luiza" vem do germânico, e significa "Guerreira". "Cândida" significa "Pura". "Merege" é um sobrenome libanês que, em tradução livre, quer dizer "Cintilante". E todas essas coisas ela sempre foi.

O "Correia", agregado pelo casamento com meu pai, pode significar um cinturão, talvez o de Órion, uma fileira de estrelas representando as boas coisas que ficaram da sua passagem por este planeta azul. O carinho, o cuidado, as boas palavras. Também os filhos e netas, os miudinhos que por algum tempo não entenderão que a Bisa foi para o céu, os que ainda virão, que ainda brilharão, que nunca terão o privilégio de conhecê-la, mas que, como todos nós, terão alguém olhando por eles lá de cima.

De onde mesmo? Quem sabe? Minha mãe, embora não praticante, era kardecista, e tenho certeza de que atravessou todas as passagens e umbrais e chegou logo a um lugar iluminado e muito bonito. Eu não sei para onde vou, não faço ideia... Mas a alma tem muitas moradas, percorre muitos universos. Onde quer que a minha jornada me leve, eu sei que um dia vou dar um jeito de me encontrar de novo com ela.

Boa viagem, Mãe, vá sem cuidado.

Até a vista.

.....

A imagem do post é das "Mãos que Oram" de Albrecht Durer. Se bem que as de minha mãe sempre foram as mãos que trabalhavam. Aquelas que contam mais.

domingo, maio 17, 2015

Parceria com o Projeto Pegaí


Pessoas Queridas,

Quem me acompanha nas redes sociais já deve saber, mas eu não poderia deixar de registrar aqui no blog: por meio de uma parceria entre a Editora Draco e o Projeto Pegaí, um projeto de leitura grátis muito legal que acontece em Ponta Grossa - BR, meu livro "O Tesouro dos Mares Gelados" ganhou uma versão impressa, que está disponível nas estantes do projeto e também foi doada a algumas escolas da cidade.

A história dessa parceria foi contada aqui e em outros jornais, e eu espero que venham outras, pois é uma oportunidade maravilhosa para ver meu trabalho chegar às mãos de milhares de leitores. Essa foi a nossa única contrapartida, minha e da Draco, pois os livros têm venda proibida. A pequena parcela que chegou às nossas mãos será usada para divulgação: alguns exemplares estão indo para resenhistas, outros para escolas e bibliotecas.

Puxa, Ana, mas não dá para eu adquirir um deles? Sim, por algum tempo ainda dá. Basta comprar um livro impresso com minha participação no site da Editora Draco, e, enquanto tivermos exemplares do Tesouro, um deles será enviado como brinde. Para ver a lista de livros que podem ser adquiridos, clique aqui - mas lembre-se, só valem as compras no site da Draco e só os livros impressos!

E se eu quiser ler o livro sem comprar algum outro? Bom, se você não morar em Ponta Grossa nem frequentar as bibliotecas para onde o impresso vai ser doado, terá que ler em E-book. Pode ser pela Amazon, Cultura, Apple... É só conferir as possibilidades no site da Draco.

Dadas as informações, quero, mais uma vez, agradecer ao meu editor, Erick Sama, por sempre acreditar em mim e fazer um trabalho incrível neste livro; ao pessoal da gráfica iPrint, de Ponta Grossa, que viabilizou o projeto; e ao Idomar Cerutti, coordenador do Projeto Pegaí, por me convidar para participar. Nenhum de nós ganhou um centavo sequer com isso, apenas a visibilidade para o meu trabalho e o da editora, além da satisfação que todos partilhamos em ver cada vez mais pessoas com livros na mão.

E, por fim, um convite aos escritores que por acaso me leem. Mandem exemplares de seus livros para o Projeto Pegaí! Eles serão recebidos de braços abertos!